sábado, 12 de julho de 2008

Zé Brasileiro da Silva e Daniel Dantas

Estou até com certo receio de escrever a postagem de hoje caros leitores: é porque o assunto é ‘Daniel Dantas’. Estou até com certa idéia do que escrever, mas e o medo de entrar na homepage do UOL e me deparar com: “Daniel Dantas é preso pela terceira vez”? Caso isso aconteça, vou ter que repensar a postagem. Vejamos... Ufa, que alívio, (ainda) não tem nada! Corri e entrei também na home do G1 e também nada sobre uma re-re-prisão.

Parece exagero, mas não é. O que aconteceu essa semana com Daniel Dantas foi singular. Curioso e com uma pitada de engraçado. Mas aquele engraçado do estilo José Simão, bem “escrachado”. Ao longo da postagem, as quatro capas do jornal Folha de São Paulo, de quatro dias seguidos, dando como destaque a prisão e a soltura do banqueiro Daniel Dantas.

Por trás disso tudo, uma guerra de egos: ficou evidente que o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, sentiu sua autoridade ser questionada pelo juiz de primeira estância de São Paulo, que mandou Dantas as duas vezes para a cadeia. Quando foi preso pela segunda vez, o juiz Fausto de Sanctis disse ter provas suficientes de que Daniel Dantas estava diretamente ligado à tentativa de suborno de um juiz que investigava o caso.


O ministro, não pensou da mesma maneira e concedeu novo hábeas corpus ao banqueiro, revoltando assim a Polícia Federal, que é evidente ter sentido de alguma forma seu trabalho desprestigiado depois de conduzir com tamanha maestria uma operação do porte de ‘Satiagraha’. Revoltou também, adivinha quem? Isso! A população brasileira. Conhecem aquela frase, que acabou virando mantra aqui na Terra da Piada Pronta: “A polícia prende e a justiça solta”. E tem outro também: “Rico no Brasil não fica preso”. Quero me ater ao último: depois dessa, o Judiciário vai falar que isso é o quê? Mentira? Só se for deles. Mais uma prova cabal de que o sistema judiciário brasileiro, que é ultrapassado, obsoleto, beneficia os ricos, os poderosos.

Se o senhor Zé Brasileiro da Silva fosse preso numa sexta-feira, acusado por roubar uma margarina de R$ 2,50 o infeliz e seu defensor público (se conseguisse algum) teriam que no mínimo esperar até segunda-feira para solicitar um hábeas corpus em algum Tribunal lotado, porém, o senhor Daniel Dantas na pessoa de advogados caríssimos, tem o privilégio de bater na porta do Supremo altas horas da noite, procurar pelo juiz de plantão e conseguir assim, o recurso, na hora que bem quiser.

E nessa guerra patética de egos, o STF, que a última vez que nos orgulhou foi no relatório do ministro Joaquim Barbosa sobre os “mensaleiros”, perde o prestígio perante a opinião pública com essas retóricas burocráticas e o que é pior, atrapalha o bom andamento das investigações, o que no caso de Satiagraha envolve as mais altas esferas do poder: empresários, deputados, senadores, investidores e sabem-se quem mais.

E como aqui no Brasil, piada pouca é sempre bobagem, a maravilhosa charge de Maurício Ricardo sobre Daniel Dantas, que esqueci de comentar, é um sujeito da melhor índole.


10 comentários:

Robson Delgado disse...

Caro amigo,

A realidade tem que ser encarada como ela é. Há muitos corruptos, porém o dinheiro compra corrupção e a vende, então ela desaparece. Daniel Dantas é um exemplo sólido disso, que pena! "...Resolveria tudo com facilidade" esta foi uma frase dita por ele, não me sai da cabeça.

Enfim, corruptos tem em todos lugares mas como eu disse....

Bom, vale uma dica: maneire nos tamanhos de seus textos, eles podem se tornar cansativos!!

Abraços!

guilherne disse...

Maravilhoso o texto!
Sim, concordo que ficou grande, mas ainda bem que não ficou cansativo.

Esse é o Brasil né, galera!

Reforma do sistema penal, urgente!

E a charge, do MR, fabulosa, hehehehe!

Silva Silva disse...

"Felomenal"!

Isso ai flw td - reforma do sistema penal, jurídico, d td!

Levy Lopes Furtado disse...

Como já li em algum artigo: "Foi uma semana de luto para a democracia brasileira".

Grupo Saber Viver disse...

Saindo mais uma fatia de pizza na pizzaria Brasil!D
http://gruposaberviver.blogspot.com/

infox comp disse...

É uma vergonha!

Sem comentário!

Apenas para o post que é muito bom!


www.infoxcomp.blogspot.com

Pedro Junior disse...

Infelizmente o Brasil é assis, "Todos são iguais perante a lei" Só fica no papel mesmo, mas vamos acreditar q um dia vai mudar, q vai haver uma reforma na constituição...
e por ai vai
t+
abraços

Dário Souza disse...

Gente assim deveria morrer.

disse...

Isso virou piada nacional.
Tenho vergonha!!!

De um pulinho no meu blog para fazer parte da campanha pelo fim da impunidade.
Não sou de fazer esses convites, mas acho que hj é importante!!!

Fora Gilmar Mendes!!!

Abços

Camila Paulos disse...

Parece palhaçada... ou melhor, É PALHAÇADA!!! Me orgulho muito da minha nação, mas casos como esse faz qualquer brasileiro (honesto) morrer de vergonha.

Melhor visualização com o navegador Mozilla Firefox