terça-feira, 8 de julho de 2008

Olhos puxados para enxergar melhor

A genética do lucro “made in china” e seus ares socialistas

Brasileiro é assim. Vê alguém com o olhar puxado passar pelas nossas ruas, e, sem pestanejar manda: “É japonês!”. Ora, ora, ora! Esqueçamos estereótipos e miremos no oriente. Mas, não olhe o nascer do sol caro internauta, afinal, trato de economia. Também não falo da “Terra do Sol Nascente”. Há exato um mês para os Jogos Olímpicos, abrimos a série – China sem fronteiras – Os caminhos de Beijing 2008. Série válida a todas editorias.

As estórias infantis bem que contribuem com a fama chinesa. Em uma adaptação recente, o mundo conversa com a China. De repente, aquele indaga – Que olhos puxados você tem! – e da nação vermelha vem à resposta – É pra enxergar melhor! Brincadeiras à parte, os chineses viram a partir de 1978, na economia socialista de mercado, a saída para o crescimento médio superior a 10% por ano. Aliaram isso, a espetacular produção agrícola, com destaque para o arroz, à abundante matéria-prima energética e mineral, a exemplo do carvão. Assim, em 2007, o PIB chinês alcançou US$ 3,47 trilhões de dólares, aumentando 11,4% em relação a 2006.

Peço ao leitor que não entre em parafuso ainda! Afinal, a emergente China mostrou ao mundo sua receita para aliar lucro e socialismo em um só país. Com o interior dominado pela agricultura, fixada na porção oeste da república por meio de comunas, além de florestas, o presidente pós-revolução, Deng Xiaoping, começou a implantar métodos capitalistas na economia chinesa, através de reformas sociais e das ZEE (Zonas Econômicas Especiais), áreas abertas ao capital exterior e que oferecem incentivos fiscais e alfandegários.

O resultado da política do PC Chinês pôde ser vista por todos: US$ 1 trilhão em investimentos diretos estrangeiros; uma inflação média de 4,8% (em 2007); uma participação de 13% na economia do planeta; o posto de terceiro PIB mundial e graves disparidades regionais e sociais, como a média salarial do trabalhador chinês: US$ 50 a US$ 70/ mês. A massa de 300 milhões de operários, concentrada na porção leste, não conta com sindicatos independentes e ainda sofre com a concorrência da mão-de-obra advinda do Sudeste Asiático, ainda mais barata.

Um número chama mais atenção: 10% dos mais ricos detêm 45% da riqueza nacional, contra 10% dos mais pobres que têm somente 1,4%. Estatísticas que revelam o outro lado desta “República Popular”. Com 60% da população no campo, o país surpreende a todos pela quantidade de empresas estatais: mais 150 mil, o que faz o governo encorajar a privatização delas. Haja salários e dívidas para arcar! Depois falam do Brasil! Conhecer a um pouco da China, te animou, caro leitor?

Para que pensava que o país produzia apenas objetos piratas “made in China” e bilhões de habitantes a consumir o ar do planeta, eis a lição que eles deram ao mundo – como se faz uma verdadeira Olimpíada. Com as obras concluídas antes dos Jogos, o orçamento de US$ 2,1 bilhões das instalações não-estourado, com US$ 300 milhões investidos em segurança (500% mais barato que em Atenas) e 100 mil policiais nas ruas, junto a 60 mil voluntários e 300 mil câmeras, o país promete segurança, economia, espetáculo e lucro. É! Houve um crescimento de 0,8% a cada ano em decorrência dos Jogos Olímpicos de Pequim.

E na genética do lucro, palmas aos chineses! “Povo marcado, ê, povo feliz”.


- Este artigo foi útil, tem qualidade ou merece algum acréscimo. Deixe seu comentário abaixo ou assine nosso feed.

15 comentários:

Guilherme disse...

Cara!!! Que China louca. Ela dá amostras de força e superação econômica, ultrapassando a Alemanha ano passado. Em contrapartida, o povo, como bem disse você em outro post, é quem paga o pato!! Povo marcado e feliz!!

Parabéns!! Excelente síntese - informação e bom humor.

Rafael Carrilho disse...

Tá aí, a Grande China né.

Não estamos acostumados a ver uma contradição tão grande em um país. Claro que estamos. Mas não em um sufocado pela opinião pública internacional e que tem estado pop no tapete red, com sua indiação a candidatua de nova superpotência.

muito maneiro o blog, tinha comentado lá no segredos. me amarrei mesmo.

abraço

Leonardo Werneck disse...

Esses chineses entendem das coisas, é uma grande nação

Conquistadores (Didixy) disse...

A China é um país de louco cara, além que eles comentem as maiores atrocidades do mundo, por isso está sendo castigados atualmente com todos aqueles desastres, mas como vc disse ai, estou está neles. O lucro, a economia. Eles nunca foram os mesmos depois que descobriram isso.

Selene Valdragon disse...

prefiro o passado de honra da China a seu presente de lucros. logo descobriram o que mais vale... ou talvez nao.

Danilo Moreira disse...

A China é uma nação inteligente, grande, e que surpreende, tanto na parte dos lucros e da economia, quanto nas atrocidades devido ao seu regime comunista.

Abçs!!!

Que tal rever algumas pérolas?

Que pérolas?

Então, confira:

----------------------------------
Sessão Nostalgia 3

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

Carolzita! disse...

A china surpreende em alguns aspectos, mas deixa a desejar em outros. Acho q a maior superação ela terá que provar agora e não falo das olimpiadas, e sim do desastre que ocorreu.


******

Mudando de assunto.
Meu blog tá rolando uma premiação, se vc tem seu blog a mais de um mês, pode participar, confere lá.

Beijos

Thaíssa Vasconcelos disse...

Um exemplode fora, persistencia, disciplina, inteligência!!!

infox comp disse...

Wow... bom o blog hein...

Parabéns!



http://infoxcomp.blogspot.com/

Daniel Leite disse...

Ótimo raciocínio, Lucas.

A China é um fenômeno recente na economia mundial. Mas infelizmente ainda não conciliou crescimento e desenvolvimento. Em menor proporção, o Brasil fez isso, e o resultado foi um desastre. A diferença é que a China tem como sustentar as altas taxas de elevação do PIB, com uma imensa população e uma participação maciça no mercado, como foi observado. Só resta saber quando haverá mais liberdade e progresso a serviço da população, que é quem realmente importa.

Até mais!

MandinhaW disse...

eh um pais q esta se desenvolvendo rapidamente, mais muitas coisas precisam ser mudadas

passa quando puder:
http://www.coisasethings.blogspot.com/

D. Diogo Klock disse...

esse é o "socialismo" mais estranho de que já ouvi falar...
auhuahhuahua
"e enquanto isso criança, morrendo de fome comendo lixo, dormindo nas calçadas que nem bixo..."

eita...

muito bom...

Victor Aguiar disse...

Na minha opinião a China é a nação mais inteligente, com certeza.
Belo blog.

José Roberto disse...

Lucas Fernandes,

Aqui estou eu de novo. Começo este comentário ressaltando a idéia da série. Excelente, em se tratando que temos informações vagas sobre a China.

Já em relação ao post, fica claro que o país-sede dessas Olimpíadas é uma nação de contradições. Você deixou isso nítido.

A China encontrou uma louca fórmula para crescer e aparecer para o mundo. Um misto de disciplina, sorte e grandiosidade.

Excelente, claro, bem leve e informativo.

Como disse o Victor Aguiar, belo blog.

Albino Junior disse...

Falando em olhos fechados: http://retratosdaterra.blogspot.com/2008/07/comemoraes-japo-lies-e-bolvia.html

Melhor visualização com o navegador Mozilla Firefox