sexta-feira, 11 de julho de 2008

Monges e uma ilha: os calcanhares-de-Aquiles do Dragão


Analisar a China em qualquer aspecto, como disse em minha última postagem, é sempre interessante. E hoje, continuando a série China sem Fronteiras, vamos mostrar como esse gigante asiático se relaciona com duas regiões bastante problemáticas para eles.

O que sem sombra de dúvidas se destaca quando falamos em “relações internacionais chinesas” é a questão do Tibet: grupos de direitos humanos acusam Beijing da sistemática destruição da cultura budista tibetana e a forte perseguição aos seguidores e do próprio Dalai Lama, o líder espiritual exilado que faz campanha para a autonomia da região.

Hoje, para a China, é uma região autônoma incorporada ao país. Organizações de direitos humanos ainda acusam a China de privar os tibetanos, por exemplo de se movimentar dentro ou fora da região, autonomia em decisões locais como saúde e educação. Portanto, se formos pensarmos bem, o termo “região autônoma” é bastante questionável visto a situação prática.

Além disso, há relatos de prisões no Tibet com índices bem altos de assassinatos daqueles que vão contra as ordens de Beijing. Porém, sem ser o advogado do diabo, ou no caso, do dragão, a situação antes da invasão chinesa não era lá tão boa não.

O que muita gente não sabe, é que o Tibet era uma teocracia. Um status de governo que historicamente nunca deu certo, e para agravar a situação, a do Tibet era extremamente corrupta. Os monges de hoje, que clamam por liberdade, soberania, talvez não saibam, ou fingem não saber, que seus antepassados eram tão ou mais opressores que os chineses e a população vivia na mais absoluta e extrema miséria. Sim, de fato, até hoje a situação não mudou muito, porém, caso se consiga um dia uma autonomia no real significado da palavra, uma forma praticável e democrática de governo tem de ser pensada, pois voltar ao que era antes não é a melhor alternativa.

Outro impasse que Beijing enfrenta é sobre uma ilha, perto da parte continental do país. O nome dessa ilha, Taiwan. Ou quem sabe República da China. Há uma certa confusão até nos nomes. O nome oficial é República da China. Taiwan, é usado muitas vezes como sinônimo, pois é o nome, se podemos chamar assim, dos pequenos arquipélagos de ilhas que compreendem a República da China. Taiwan, é considerada uma província rebelde para os chineses, que não reconhecem seu governo, que é um sistema semipresidencial, ou seja, um presidente e um primeiro-ministro dividem o Poder Executivo. Taiwan quer que sua independência seja reconhecida de forma ampla e irrestrita. Isso talvez ainda demore a se concretizar, porém, nos últimos meses o diálogo da República Popular da China e da República da China aumentaram significativamente depois que seus respectivos líderes iniciaram um processo de reaproximação.

Há pouco tempo, foram permitidos novamente vôos diretos da China para Taiwan, o que estava proibido desde que Taiwan declarou unilateralmente a independência. Simbólico, mas um avanço e importante principalmente para aqueles que não podiam visitar suas famílias no continente ou na ilha.

Parece pouco avanço, mas qualquer ganho diplomático com Beijing, que é sempre “dura na queda”, é um feito para ser comemorado.

8 comentários:

Khaos disse...

Eu odeio entrar em assuntos políticos e relações internacionais também x) mas enfim,todo ser humano é político por natureza.Mas percebi que essa forma como vocês escrevem me deixam mais a par da situação,pois nos tele jornais eu não presto muito atenção.
Muito bom,é isso aí esse é o lugar da cultura e da informação certa!
=) parabéns pelo trabalho e pelos comentários la no meu blog!
abraço à equipe sem fronteiras!

Carlos Berna disse...

Fala meu chapa!
Post demorou a sair, han? Saí de casa depois das 10 e nada, mas cheguei agora e vim comentar.

Como amigo, sou suspeito, mas como disse o internauta acima, "isso aí esse é o lugar da cultura e da informação certa!".
Consigo me atualizar com o SF que rapazes, será reconhecidamente, porque nós já sabemos, o melhor blog do país!

Blá! disse...

Concordo com os dois internautas ai de cima, gostaria que você publicasse uma matéria de como os chineses exterminaram os cachorros de rua!
Você acha que eles foram cruéis ao exterminarem mais 60.000 cachorros a paulada?
Até mais amigo!

José Roberto disse...

Lucas Catta Prêta,

A relação China e Tibet ao passar dos tempos fica ainda mais conturbada. Se todos os estados passarem a pleitear a emancipação, não haverá nação que resista.

Quanto à Taiwan, creio que, com uma China cada vez mais voltada aos princípios da economia socialista de mercado, teremos este impasse com a República da China minimizado.

Aguardarei daqui de São Paulo, os próximos capítulos da série. Por enquanto, maravilhosa e intrigante.

Conquistadores (Didixy) disse...

Também nem gosto desses assuntos, ainda mais da China que é um dos países que mais comentem coisas erradas. Deviam boicotar as olimpiadas nesse pais.

Gabriel → Bloga╝ disse...

Dias melhores virão... A China é um absurdo no que se diz cultura...

Um exemplo é o eu eu li na revista ''SUPER INTERESSANTE'' de abril ou maio, que dizia que na época em que os chineses vão visitar suas famílias, por cusas da sueperlotação dos banheiros e o grande percurso, eles usam fralda por causa disso...

Tem muito mais como por exemplo, 70 % da população não saber que a camisinha prvine doenças como a AIDS por exemplo...

Abraço e eu gostei da sua ''revista grátis'' hehehe......

Flw aê!!!!

amandaedalete disse...

Aff! não gosto desse assunto. :)
Mais a China mesmo sendo umas das melhores do mundo futuramente, ela nunca via conseguir ser o Brasil.

Gabriel → Bloga╝ disse...

Olá, você acaba de receber um selo de qualidade. Vá ao meu blog e veja em qual o seu nome aparece!!!

O motivo para a escolha é de que algum modo, gostei do seu blog e de muitos, escolhi o seu.

Parabéns e, acredito que você está tão feliz quanto eu né?
Não esqueça de ler o regulamento e/ou as regras que eu coloquei em forma de postagem no meu blog.

hehehehe...

Abraço (•►30/07/2008)!!!!!!!!!

(Por causa da falta de tempo, esse mesmo recado está sendo enviado aos ganhadores de selos de qualidade)

Melhor visualização com o navegador Mozilla Firefox